terça-feira , 19 março 2019

8M

Ato político marcará o Dia Internacional de Luta das Mulheres no Recife

Unidas pelo mote “Marielles: Livres do Machismo, do Racismo e Pela Previdência Pública”, milhares de mulheres sairão às ruas, às 16h, desta sexta-feira, 08, contra as medidas que estão sendo adotadas no governo de Jair Bolsonaro. Em Recife, a concentração está prevista para às 14h, na Praça do Derby.

Conforme as organizadoras, uma onda de mulheres irá ocupar as ruas do centro do Recife, prometendo fazer do 8 de março, o chamado 8M, um dia histórico na luta por direitos e igualdade.

Rodas de Diálogo

No local, serão realizadas rodas de diálogos sobre cinco dos onze eixos temáticos que compõem o ato. Entre eles estão o Contra o Racismo – Vidas Negras Importam; Contra a Reforma da Previdência – Proteção Social é um Direito de Todas as Mulheres; Pela Vida das Mulheres – Não ao Feminicídio/Queremos políticas públicas efetivas de redução da violência; Em defesa da autonomia sobre nossos corpos –  legalizar o aborto é proteger a vida das mulheres; e, Por Marielle – queremos uma participação política que não signifique um risco a nossas vidas.

No percurso, a população poderá ver intervenções artísticas relacionadas às temáticas.

O ato é realizado anualmente para denunciar as desigualdades que atingem as mulheres e a situação tem sido cada vez mais preocupante.

E em relação à violência, estudo realizado pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, junto com o Instituto Data Folha, em 2018, a cada hora, 536 mulheres sofreram agressão física, somando 4,7 milhões de vítimas. Do total de entrevistadas, 42% afirmaram terem passado por violência no ambiente doméstico.

De acordo com os dados do Atlas da Violência 2018 (Ipea e Fórum Brasileiro de Segurança Pública), em 2016, a taxa de homicídios de mulheres negras foi 71% superior à de mulheres não negras.

“Não queremos flores, nem bombons, queremos ser respeitadas todos os dias. E amanhã vamos estar na rua pela resistência e em busca dos nossos direitos. Vamos dizer que não queremos viver em situação de violência, que somos contra o racismo e contra qualquer tipo de discriminação. Estaremos nas ruas por igualdade de direitos, pela legalização do aborto e por uma política de drogas que inclua as mulheres. Vamos estar nas ruas pelas mulheres encarceradas e por uma política pública que olhe para as mulheres deficientes”, afirma Aline Fagundes, integrante da Secretaria de Mulheres do PT Pernambuco, uma das instâncias que participa da construção do ato, junto com movimentos sociais  e outras organizações.

Lula Livre

Aline reitera que as mulheres estarão nas ruas para lutar pela liberdade de Lula e não serem atingidas pela nefasta Reforma da Previdência do governo Bolsonaro, que ataca diretamente às  mulheres, que além de atuarem no mercado de trabalho e receberem menores salários, ainda enfrentam mais uma jornada dentro de casa.

A liderança ressalta, também, que o ato visa dizer ao presidente que as mulheres, mais de 52% da população brasileira, devem ser respeitadas e construídas políticas públicas para atender a vários problemas enfrentados pelo público feminino.  “Nós mulheres sofremos muito com a falta de segurança que interfere em nosso direito de ir e vir e é preciso dar um basta na violência”, diz.

A integrante da secretaria de mulheres do PT lembra ainda que várias mulheres deram suas vidas no passado para que no 8 de março todas pudessem estar nas ruas.

 

Confira a lista de atos pelo Brasil

Acre

15 de março – Auditório da Adufac, campus universitário do UFAC, Rio Branco

Alagoas

8 de março, na orla lagunar

8 de março – 9h na Praça Deodoro, Maceió

Amapá

15 de março – Raimundo Álvares da Costa, 936, Centro, 18h, Macapá

Amazonas

8 de março – Praça da Saudade, 14h

Bahia

Salvador – 13h, na Praça da Sé

Ceará

8 de março, a partir das 16h – Concentração na Praça da Justiça

Distrito Federal

8 de março, a partir das 16hrs – Rodoviária do Plano Piloto

Espírito Santo

8 de março, 15h – Defensoria Pública do estado do Espírito Santo, Vitória

Goiás

8 de março, 16h – Marcha da praça do bandeirante até a Praça universitária, Goiânia

Mato Grosso

8 de março – Praça Alencastro, Cuiabá, 15h

Mato Grosso do Sul

8 de março, 15h30 – Praça Ary Coelho, Campo Grande

Maranhão

8 de março – Praça da Matriz, 8h, Santa Inês

8 de março – São Luís, concentração na Praça Joãozinho Trinta, 15h, percurso beira-mar até a praça dos catraieiros

Minas Gerais

8 de março, às 17h – Praça Raul Soares, Belo Horizonte

8 de março – 18h, Parque Halfeld, Juiz de Fora

8 de março – 16h, Praça Getúlio Vargas, Simonesia

Pará

8 de março, às 9h – Mercado São Brás, Belém

Paraná

8 de março – Praça Santos Andrade, Curitiba – Ato às 12h com banquinhas e barracas, 16h ação da Rede Feminista de Saúde, 17h concentração, 18h Ato inicial, 18h30 saída em marcha

8 de março – Cascavel, Igreja da Matriz, 11h

8 de março – Castro, 16h, Praça Pedro Kaled

8 de março – Cornélio Procópio, Coreto, 18h

8 de março – Francisco Beltrão, Praça Central, 9h

8 de março – Guarapuava, Praça 9 de dezembro, 9h

8 de março – Guaratuba, Câmara Municipal, 11h

8 de março – Londrina, 17h, Concentração no Bosque

8 de março – Maringá, 17h

8 de março – Ponta Grossa, Parque Ambiental, 17h

8 de março – 18h, Bosque Guarani, Foz do Iguaçu

Paraíba

8 de março – Praça Pedro Américo, em frente ao teatro Santa Rosa, 14h, João Pessoa

8 de março – 7h30, Concha Acústica, Patos

8 de março – 8h, em frente a Delegacia da Mulher, Cajazeiras

Pernambuco

8 de março – Recife, 14h – Praça do Derby

9 de março – 9h, Largo do Colunata, Garanhuns

14 de março – 8h em frente ao INSS, Caruaru

Piauí

8 de março – Praça da Liberdade, Teresina – 16h Marcha até o espaço Salve Rainha
Organização: Mulheres da Frente Piauí Popular

Rio de Janeiro

8 de março – Candelária, 18h

Rio Grande do Norte

8 de março – Bairro Aeroporto, INSS, 8h, com percurso até o centro da cidade, Mossoró

8 de março,  15h – Caminhada pela Rio Branco – Praça dos 3 poderes em frente ao INSS, Natal

8 de março – 7h, cooperativa, Parelhas

Rio Grande do Sul

8 de março, 18h – Largo Glênio Peres, Porto Alegre

8 de março – 8h30, Marcha Binacional na Praça General Osório, Livramento

8 de março – 16h, Praça Tamandaré, Rio Grande

8 de março – 16h, intervenções culturais – 18h, Praça Saldanha Marinho, Santa Maria

8 de março – 16h, Câmara de Vereadores, São Leopoldo

8 de março – 9h30, abraço ao INSS, 10h30 caminhada até a Praça Dante, Caxias do Sul

8 de março – 18h, Praça do Coreto, Bagé

Rondônia

8 de março – Vigília “VIVAS E LIVRES”: Por Avanços, Direitos e Igualdade para as Mulheres de Rondônia – Em frente a delegacia da mulher, rua Euclides da Cunha, 5h

8 de março – Roda de Conversa no PT dia 8 com mulheres da frente e dirigentes do partido – Diretório Estadual do PT, Av. Calama, 16h

Roraima

8 de março – Boa Vista, 9h – Praça do Centro Cívico

Santa Catarina

8 de março, de 8h às 18h – Em frente ao Ticen, Florianópolis, 18h30 – Concentração e início da marcha

São Paulo

8 de março, 16h – MASP

8 de março, Largo do Rosário, 16h30

Sergipe

8 de março, 9h – Em frente a empresa Alma Viva, Aracaju