segunda-feira , 20 janeiro 2020

O PT e a retomada do projeto popular no Recife

Por Flávia Hellen*

O Partido dos trabalhadores, maior instrumento político dos trabalhadores e das trabalhadoras do Brasil,  desempenha papel fundamental na luta por um País justo, soberano e inclusivo.

Sempre tendo como eixo principal a democratização do poder político, as cidades em que governou com o modo petista, foram destaques no mundo todo no que se refere à democratização da gestão, controle social e transparência.

No Recife, capital profundamente marcada por inúmeras desigualdades sociais, as gestões do PT demonstraram que era possível o poder público andar em sintonia com as demandas de seu povo. Em pouco mais de uma década do modo petista de governar, combatemos a miséria, colocamos os recifenses para debater diretamente os destinos do orçamento da cidade e criamos políticas públicas nas mais diversas áreas.

Não é à toa que as forças reacionárias no último período tiveram como luta central o esfalecimento do PT, pois sabem que esse instrumento que surgiu a partir de uma reivindicação histórica da classe trabalhadora organizada, representa um obstáculo aos que querem um estado a serviço apenas da manutenção de privilégios.

Diante da encruzilhada histórica que atravessamos, sabemos que é preciso ampliar nosso elo de alianças nos movimentos sociais e nos espaços institucionais, como forma de fortalecermos as trincheiras de resistência contra o neoliberalismo, o desmonte dos direitos sociais e contra as privatizações de bens públicos.

Mas também, não temos dúvidas o quanto é crucial defender o instrumento político dos trabalhadores e das trabalhadoras Brasileiros, o PT.
E mesmo reconhecendo os nossos aliados, esta é uma tarefa que cabe majoritariamente aos petistas.

O PT precisa repensar sua estratégia, seu programa e sua estrutura organizativa, reconectando sua intervenção institucional às ruas, assumindo o protagonismo nas mais diversas frentes de luta.

E é nesse contexto que ocorrerá as eleições municipais, em que a burguesia prepara toda sua estrutura política e financeira para expulsar a representação dos trabalhadores dos espaços institucionais. E é tendo essa compreensão que Lula convoca nossos militantes a lançar candidaturas petistas em todas as capitais do País, para denunciar o desmonte do País, apresentar o modo petista de governar e ampliar nossa participação.

E Recife, cidade essa que foi radicalmente transformada pelo partido dos trabalhadores, não pode deixar de ter a nossa contribuição. Temos um legado na cidade reconhecido em casa, morro, beco e viela. O PT PRECISA reconectar-se com os Recifenses.

“A grande obra é cuidar das pessoas”

Nascemos para ser obstáculo da burguesia que vem massacrando nossa gente.
Ergamos nossa estrela.

Flávia Hellen é graduanda em Direito, militante do PT-PE*.