terça-feira , 19 novembro 2019

Combate ao racismo

‘A Questão Racial e o 7º Congresso do PT’ chega em Pernambuco

“Precisamos renovar nossas estratégias e traçar diretrizes que resultem na proteção e promoção da igualdade”, afirmou Igor Prazeres, secretário de Combate ao Racismo do PT de Pernambuco.

 

7º Congresso Nacional do Partido dos Trabalhadores chega com o debate “A Questão Racial e o 7º Congresso do PT” na cidade de Recife, em Pernambuco. No dia 10 de outubro, quinta-feira, acontece o debate entre as chapas nacionais com o compromisso de abordar os assuntos mais relevantes da atual conjuntura nacional e discutir mais caminhos para a luta contra a perpetuação do preconceito. Com a presença de lideranças e militantes negras e negros, o evento reúne as diferentes correntes políticas do PT para estabelecer o plano de ação a ser seguido pelo partido na promoção da igualdade racial.

Em entrevista à Agência PT, Igor Prazeres, secretário de Combate ao Racismo do PT de Pernambuco, destacou a importância do debate no cenário atual. “A conjuntura atual de desmonte de direitos da população negra, afro brasileira e de comunidades tradicionais, os discursos de ódio do atual presidente e suas milícias governamentais que atual nas faxinas étnicas dessa população, se caracterizando como um governo racista, machistas, LGBTfóbico, fundamentalista, policial, autoritário, despótico e antidemocrático, traz a responsabilidade de nos organizamos para enfrentar um período desafiador. Debater esse tema no Estado de Pernambuco é promover a reflexão de que queremos um partido antenado ao debate econômico mas que levem em consideração as políticas de igualdade, diversidade e proteção dos direitos humanos do qual sempre estivemos a frente”, afirmou.

Prazeres também comentou o papel do partido para melhorar a inclusão racial. “Nós do PT precisamos renovar nossas estratégias e táticas assumindo para além das correntes e forças políticas, estratégias que levem nós negros, mulheres e jovens ocupantes de cotas nas direções a ter mais voz e vez nos processos decisórios do maior partido de esquerda da América Latina, que tem a responsabilidade de junto com os movimentos sociais, partidos políticos e a sociedade em geral, traçar diretrizes e encaminhamentos que resultem na proteção e promoção da igualdade.”

O secretário Nacional de Combate ao Racismo do PT, Martvs Chagas, afirmou que os debates rodam o país para fortalecer a luta contra o preconceito instaurado pelo desgoverno atual: “A luta democrática, contra o racismo, machismo e a LGBTIfobia, deve se fazer presente em discussões por todo o país. Assim, fortalecemos nosso diálogo para com a sociedade brasileira, em especial a população negra que vem sofrendo com um governo de extrema direita”.

Chagas também reforçou o objetivo principal dos eventos do 7º Congresso Nacional do PT: “Nós precisamos estar em permanente diálogo interno para que ações como a promoção da igualdade e o combate ao racismo sejam uma constante no nosso partido.”

Da Redação da Agência PT de Notícias